O álbum Raul Rock Seixas foi o último trabalho de Raul pela Philips/Phonogram. Com o selo Fontana, o disco é resultado de algumas releituras de clássicos do Rock ‘n’ Roll. A produção ficou por conta de Sérgio de Carvalho.

O disco mantém a mesma fórmula de Os 24 Maiores Sucessos da Era do Rock, lançado quatro anos antes pela mesma gravadora, contendo interpretações de grandes sucessos de Chuck Berry, Paul Anka, Gene Vincent, Elvis Presley, Eddie Cochran e Little Richard. No final do álbum Raul canta um medley de Asa Branca com Blue Moon of Kentucky.

Contradições

Existem duas versões para a origem de Raul Rock Seixas. A gravadora Philips reduziu o disco a “sobras de estúdio”. No entanto, o guitarrista Jay Vaquer, que comandava a produção do disco, tem outra versão.

Segundo Jay, a ideia do álbum foi de Roberto Menescal, que já sabia que Raul trocaria de gravadora em breve. Durante as gravações do álbum, Raul e Jay saíram para uma turnê de duas semanas em Salvador, e terminariam o disco após retornarem. O problema é que Raul se envolveu em confusões na capital baiana (acidente de carro e quebra-quebra no hotel). Ao saber disso, Roberto Menescal ordenou a mixagem de Raul Rock Seixas, mesmo inacabado, talvez por receio de Raul não poder terminar o disco. O resultado acabou ficando muito aquém daquele imaginado por Jay.

1977 - Raul Rock Seixas

Faixas

My Way / Trouble
The Diary
My Baby Left Me / Thirty Days / Rip it Up
All I Have to Do Is Dream / Put Your Head on My Shoulder / Dear Someone
Do You Know What It Means to Miss New Orleans
Lucille / Corrine Corrina
Ready Teddy / Hard Headed Woman / Baby I Don’t Care
Just Because
Bye Bye Love / Be Bop A Lula / Love Letters In the Sand / Hello Mary Lou
Blue Moon Of Kuntucky / Asa Branca

Ficha técnica

Direção artística: Sérgio de Carvalho
Produção: Jay Vaquer
Arranjos: Jay Vaquer
Engenheiro de som: Ary Carvalhães e Paulo Sérgio
Mixagem: Sérgio de Carvalho e Luis Cláudio Coutinho
Direção de Arte: Aldo Luiz
Arte Final: Nilo de Paula
Título: Tuninho de Paula