Lançado em 1978, Mata Virgem é o segundo álbum de Raul Seixas pela gravadora WEA. Produzido por Gastão Lamounier e pelo próprio Raul, o disco conta com Pepeu Gomes nas guitarras. Foi gravado após um retiro de Raulzito na Bahia para tratar da pancreatite ocasionada pelo consumo de álcool.

Reencontro

O álbum traz Paulo Coelho de volta como parceiro musical. Com a ajuda de Tânia Menna Barreto, esposa de Raul, compõem praticamente todas as músicas do novo disco. Os últimos trabalhos da dupla Seixas/Coelho haviam sido em 1976, para o álbum Há 10 Mil Anos Atrás. Mata Virgem marca o fim definitivo da parceria.

Baixas vendas

A má divulgação por parte da gravadora e a crítica atrapalharam as vendas do álbum. Assim como os outros álbuns lançados pela WEA, Mata Virgem não se saiu bem comercialmente.

1978 Mata Virgem

 

Faixas

Judas (Raul Seixas/Paulo Coelho)
As Profecias (Raul Seixas/Paulo Coelho)
Tá Na Hora (Raul Seixas/Paulo Coelho)
Planos De Papel (Raul Seixas)
Conserve Seu Medo (Raul Seixas/Paulo Coelho)
Negócio É (Eduardo Brasil/Claudio Roberto)
Mata Virgem (Raul Seixas/Tânia Menna Barreto)
Pagando Brabo (Raul Seixas/Tânia Menna Barreto)
Magia De Amor (Raul Seixas/Paulo Coelho)
Todo Mundo Explica (Raul Seixas)

Ficha técnica

Direção artística: Marco Mazzola
Direção de estúdio: Gastão Lamounier
Direção musical: Raul Seixas
Arranjos de base: Miguel Cidras
Técnicos de gravação: Vítor Farias e Toninho
Mixagem: Marco Mazzola
Capa: Ruth Freihof
Foto: Januário Garcia

Guitarra elétrica: Rick Ferreira, Claudio Stevenson e Pepeu Gomes
Viola caipira: Rick Ferreira
Piano: Antonio Adolfo e Miguel Cidras
Baixo: Paulo César Barros, Dadi Carvalho e Jamil Joanes
Instrumento de percussão: Don Chacal
Bateria: Pedrinho Batera, Jorginho Gomes, Paulinho Braga e Gustavo Schroeter
Participação especial: Regional do Jackson do Pandeiro