Por Quem Os Sinos Dobram, cujo título foi inspirado no filme homônimo baseado em livro de Ernest Hemingway, é o último trabalho de Raul Seixas pela WEA. Lançado em 1979, o álbum traz Oscar Rasmussem como novo parceiro musical de Raulzito.

Brigas

O álbum foi composto numa época conturbada da vida do roqueiro, depois do fim de seu segundo casamento, e após um episódio que lhe rendeu aparições nas páginas policiais, depois que um homem foi encontrado morto em seu apartamento.

Após mais um mau desempenho nas vendas, Raul Seixas briga com o diretor da WEA, André Midani, acusando-o de escolher produtores inadequados para seus discos, além de não divulgá-los devidamente. Raul deixa a WEA, contribuindo para sua fama de “artista difícil” entre os executivos de gravadoras.

1979 Por Quem Os Sinos Dobram

 

Faixas

Ide a Mim Dada (Raul Seixas/Oscar Rasmussen)
Diamante De Mendigo (Raul Seixas/Oscar Rasmussen)
A Ilha Da Fantasia (Raul Seixas/Oscar Rasmussen)
Na Rodoviária (Raul Seixas/Oscar Rasmussen)
Por Quem Os Sinos Dobram (Raul Seixas/Oscar Rasmussen)
O Segredo Do Universo (Raul Seixas/Oscar Rasmussen)
Dá-Lhe Que Dá (Raul Seixas/Oscar Rasmussen)
Movido A Álcool (Raul Seixas/Oscar Rasmussen/Tânia Menna Barreto)
Requiém Para Uma Flor (Raul Seixas/Oscar Rasmussen)

Ficha técnica

Produção: Gastão Lamounier e Oscar Rasmussen
Técnicos de gravação: Don Lewis, Rafael Azulay
Auxiliar de gravação: Mário
Mixagem: Don Lewis, Waldir Pinheiro, Gastão Lamounier, Raul Seixas e Vítor Farias
Assistente técnico: Pimentel e Ari (Level) e Dudu Marques (Transamérica-RJ)
Arranjos de base: Raul Seixas, Paulo César Barros e Dori Caymmi
Layout, Ilustração e Arte Final: Nilo de Paula
Foto: Paulo Vasconcelos

Violão: Dori Caymmi
Guitarra elétrica: Robson Jorge, Rick Ferreira e Sérgio Dias
Teclados: Dom Charlie
Flauta: Danilo Caymmi
Saxofone: Oberdan Magalhães
Baixo: Paulo César Barros
Bateria: Picolé, Mamão e Pedrinho Batera